TIM: cobrança de dados mesmo com dados desativados

Os dados móveis estão desativados no celular e mesmo assim todos os dias a TIM debita dos seus créditos o uso? Pois é. Isso acontece porque na seleção de banda você possui LTE (4G) selecionado. Existe uma explicação muito boa para isso, mas não me recordo agora e não lembro mais onde li. Se souber ou tiver o link desta informação, por favor poste nos comentários.

Como resolver

Ative 4G nas redes móveis só quando quiser usar os dados móveis no celular. Não tem outro jeito. No Android, você vai em Configurações > Redes móveis e aí muda a seleção em “Tipo de rede preferencial” ou “Seleção de banda”. Dependendo da sua versão do Android, pode estar um pouquinho mais escondido. No Android Nougat do Galaxy S7 por exemplo, está em Configurações > Conexões > Redes móveis.

Netflix – Erro de DRM

Justamente quando fui demonstrar o Netflix para o meu pai, o negócio resolveu apresentar o tal Erro de DRM. Tentei no Firefox e no Chrome, mesma coisa.

Sintoma

Você consegue navegar pela lista de filmes, mas quando manda iniciar um vídeo, ele começa a carregar e é exibida uma mensagem de erro. A mensagem diz que é um erro de DRM e pede para verificar a data do computador. Como o Windows sincroniza a data pela internet, provavelmente a data do seu computador está correta. Se não estiver, corrija e veja se o problema persiste.

Solução

  1. Feche a aba ou janela em que a página do Netflix está aberta
  2. Em seu computador, vá até a pasta C:\ProgramData\Microsoft\PlayReady apague o arquivo mspr.hds

Nota: A pasta ProgramData é oculta por padrão. Se na barra de endereço você colocar o caminho todo e pressionar a tecla ENTER, irá direto para onde deve ir. Você também pode ir nas opções de visualização e optar por exibir pastas e arquivos ocultos.

HBO ou Telecine?

Quando decidi contratar o serviço de TV por assinatura apareceu a dúvida: escolho um pacote com Telecine ou HBO? O pacote com ambos geralmente fica acima do que queremos gastar.

Procurei na internet e encontrei vários posts de pessoas com a mesma dúvida que eu tinha, mas não encontrei nem uma resposta que realmente fosse útil. Aproveitando meu post anterior sobre TV por assinatura, decidi escrever este falando especificamente sobre os canais HBO e Telecine.

Quando assinei, escolhi o pacote com o HBO, acreditando que este exibia mais filmes recentes e sucessos de bilheteria. No fim, percebi que quase nem assistia os canais HBO, simplesmente porque nada me chamava a atenção. De vez em quando aparece algum filme legal no Max HD. Nos canais HBO SD não sei bem o que é exibido, só fico nos canais HD.

 

Prós e contras de cada um

Há quem diga que só pelo seriado Game of Thrones, HBO já vale a pena. O seriado parece mesmo interessante, mas quando assinei acho que já estava na segunda ou terceira temporada, aí você tem que esperar até começarem a reprisar a primeira temporada.

Nesses canais não me recordo de nenhum comercial após o início do filme, somente entre um filme e outro. Isso é bom e ruim, já que se você quiser uma pausa rapidinha para ir ao banheiro ou beber água, irá perder um pouco do filme. Eu sou daqueles que sai na hora que parece menos interessante, mas quando volto percebo que algo importante aconteceu e fico sem entender parte do filme.

Agora, uma coisa muito chata mesmo é que eles exibem a legenda, quer você queira ou não. Eu prefiro filmes com o áudio original, então isso não me atrapalha já que iria precisar das legendas, mas quem prefere ver filmes dublados, terá que aceitar as legendas ali na tela. Mesmo sem querer, você vai prestar atenção na legenda e ler um pouco de vez em quando. Aliás, a legenda não é a transcrição da versão dublada, você verá que o que estão falando não é exatamente o que está escrito na legenda. Minha mãe não está muito acostumada com filmes legendados, então preferia que ela pudesse assistir sem as legendas atrapalhando.

Estava um pouco insatisfeito com o HBO e decidi assinar um pacote com o HBO e o Telecine. Sinceramente, o Telecine é muito melhor. Esse problema de legendas não ocorre nos canais Telecine, quando há legenda, posso desativar se eu quiser. Outra coisa legal é que há um intervalo de 2 minutos no meio do filme, e eles deixam na tela um timer indicando quanto tempo falta para continuarem a exibição dele.

Sei que a qualidade da programação pode variar, mas no geral, no Telecine são exibidos filmes melhores. Hoje é sexta-feira, estou escrevendo este texto nove da noite. Neste horário muita gente chegou em casa cansado, quer assistir um filme legal e descansar no sofá. Vejam o que está sendo exibido no HBO HD e Telecine HD:

Telecine Premium HD
Agora: Rio (aquele filme dos pássaros no Brasil, é legal para a molecada)
A seguir: Atividade Paranormal 3

Telecine Action HD
Agora: Alien vs Predador 2
A seguir: O Cativeiro

Telecine Pipoca HD
Agora: Atividade Paranormal 2
A seguir: Capitão América: O Primeiro Vingador

HBO HD
Agora: FDP (seriado brasileiro)
A seguir: FDP (outro episódio). Depois dele, um episódio do seriado Treme.

Max HD
Agora: Harry Potter e as Relíquias da Morte (Parte 1)
A seguir: FDP (dois episódios seguidos)

O Max HD é citado porque na SKY só está disponível com o pacote HBO. Como podem ver, são 3 canais HD do Telecine contra 2 do pacote HBO, só isso já conta muito. Não citei a programação dos canais SD porque não assisto e ocultei aqui na guia de programação, também são canais demais para comentar. Mesmo sem incluir os canais SD, acho a comparação justa.

Ah! Esse negócio das legendas não vale para os canais SD. Nos canais Telecine HD você pode ocultar a legenda, mas nos canais SD, não. Isso ocorre nos aparelhos da SKY que tenho aqui, não sei se em outras empresas está disponível legenda eletrônica para estes canais.

 

Conclusão

Se eu fosse assinar hoje, com certeza escolheria o pacote Telecine. Com os dois pacotes aqui, raramente assisto algo do HBO ou Max HD.

 

Ainda vale a pena ter TV por assinatura?

A internet evoluiu muito de uns anos para cá. As pessoas ficaram muito mal acostumadas, é fácil baixar temporadas inteiras do seu seriado favorito (com qualidade HD), para assistir quando der vontade. Filmes você pode alugar em DVD/blu-ray, muitas pessoas baixam na internet. Até mesmo desenhos dublados em português você encontra por aí (apesar de não ser muito fácil encontrá-los). Recentemente pensei: será que vale a pena eu contratar um serviço de TV por assinatura?

Minha afilhada passa as tardes aqui em casa e gosta de desenhos, minha mãe gosta de ver novela de vez em quando. Eu adoro documentários, principalmente sobre civilizações antigas. Resolvi então assinar o pacote HD da SKY. Foi aí que vi que estou realmente mal acostumado. Sempre assisti filmes e seriados em HD/full HD, mas a maioria dos canais da SKY apresenta qualidade SD. E não se engane, esse SD não é algo como “Super Definition”, significa “Standard Definition”,  a resolução é de apenas 480i. HD (High Definition) é 720p, full HD é 1080p. Aliás, esse “i” e “p” após o valor numérico representam “interlaced” e “progressive”. Google it.

Assistir os canais em SD não é muito interessante. Em canais de desenho, você não nota tanto a perda de qualidade, mas em imagens mais complexas, como em filmes e seriados, é outra história. Se você tem uma TV de tubo, nem vai notar a diferença, aliás, a imagem fica perfeita. No meu quarto tenho uma LED de 47″, minha mãe tem uma LED de 40″ no dela. Na minha TV, por ser maior, as imperfeições na imagem dos canais SD é muito notável, na TV da minha mãe fica mais próxima do aceitável. Isso porque nas duas TVs deixei a melhor configuração possível para estes canais, utilizando opções de redução de artefatos na tela, desabilitando contraste dinâmico, etc. No fim, acabo ficando apenas nos canais HD e no Cartoon Network.

Até aqui, tudo bem, já que os canais que mais assisto estão em HD. O maior problema é ter horário para assistir as coisas. Há muitos anos eu não assistia TV, só coisas que baixava. Agora, se eu quisesse assistir meu desenho favorito, precisava ficar de olho no horário para não perdê-lo. Aí é que complicou, amigo. E quando eles anunciam que um documentário legal vai passar daqui dois dias? Quem é que lembra de ligar a TV no dia e horário certo?! Tem que agendar no celular, pra ele te avisar de ligar a TV. O receptor SKY tem a opção de mudar para o canal no dia e horário agendado, mas se você não estiver assistindo a TV, de nada adianta.

Também é chato quando termina um episódio do seriado e você quer ver o próximo. Dependendo do canal, só vai rolar na semana que vem. Baixei LOST e virei madrugadas assistindo, era um episódio atrás do outro. Fico imaginando como seria chato ter que esperar para ver o próximo episódio.

Ah! Os canais HD não exibem a mesma programação de sua versão SD! Por exemplo, o que está passando no canal History não é a mesma coisa que está passando no History HD. Tem muita coisa boa que só passa na versão SD dos canais HD, talvez os programas sejam antigos e não tenham versão HD, não sei. O pior é que ao colocar em um canal SD que tem versão HD, o aparelho exibe na tela “Aperte O para assistir este canal em HD”. Você espera continuar assistindo o que estava vendo, mas lá está passando outra coisa.

Outra coisa chata: canais de filme que só passam filmes dublados. Tem quem goste, mas eu sempre preferi a versão original, com legenda. Aliás, uma má notícia também para quem gosta de filme dublado: alguns canais de filme exibem a legenda em português sobre a imagem, mesmo se você estiver assistindo dublado em português, e não dá pra ocultar a legenda. Nesses casos, você pode mudar o áudio para o original. O ruim de assistir o filme dublado com as legendas aparecendo é que distrai muito, você acaba lendo o que está escrito.

Quando assinei, pedi o pacote HD com os canais HBO. Por 2 meses, raramente assisti alguma coisa nele. Vez ou outra aparecia um filme legal no Max HD. Decidi mudar de pacote, queria o combo HD com os canais HBO e Telecine. Neste pacote você tem direto a um aparelho SKY HDTV Plus, que permite gravar a programação. Foi aqui que o negócio começou a valer a pena.

 

SKY HDTV Plus

Depois de pegar meu pacote com o SKY HDTV Plus, minha experiência mudou totalmente. Agora não assisto nada em tempo real, gravo tudo! E é fácil, basta encontrar o programa no guia e configurar para gravar todos os episódios dele. Assisto o que quero e  quando quero, como já estava acostumado. O melhor de tudo é que posso avançar os comerciais nos programas que gravei. Poxa, quem é que aguenta ver mil vezes os mesmos comerciais falando da programação do canal? Em alguns casos já tinha até decorado as falas dos comerciais.

O aparelho também permite controlar a exibição em tempo real. Está assistindo a novela e precisa atender o telefone? Só apertar o botão de pausa. Depois você dá o play e continua de onde estava. Passou uma cena que você não entendeu direito o que disseram ou alguém te distraiu e você não viu o que aconteceu? Só apertar o botão de retrocesso. Ah! Você só pode pausar e retroceder na programação em tempo real, não dá pra você avançar. Muito útil em canais de filme como o Max HD, que não possui comerciais no meio do filme.

Mas nem tudo são flores, já dizia meu pai. Programei para gravar Seinfeld e depois de um tempo vi que não estava mais gravando os episódios. Motivo: no guia, o título do programa era Seinfeld 5ª temporada, logo, quando esta temporada encerrou e começaram a exibir a próxima, o título no guia mudou para Seinfeld 6ª temporada. Isso bastou para que eu perdesse vários episódios da “nova” temporada :(

Este aparelho HDTV também é bem mais lento que o HDTV comum. A lista de programas gravados é bem lentinha também, principalmente se tiver muitos itens.

Pesquisei outras empresas que oferecem TV por assinatura e vi que a NET também tem um aparelho que permite gravar a programação.

 

Vale a pena ou não?

É difícil dizer, cada pessoa é um caso diferente. O legal é poder assistir um filme ou ver desenhos e documentários sem ter que esperar baixar.  O ruim é que nem sempre tá passando algo que você queira assistir. Se você tem crianças em casa, acho legal assinar porque há vários canais só com programação infantil. Ajuda a distrair minha afilhada hahaha

Se você está mal acostumado como eu, acho que só vale a pena se você puder gravar a programação, ou se pelo menos pegar o pacote com canais HD.

No geral, acho caro. Se não me engano, atualmente pago R$250 mensais neste pacote da SKY. Uso 3 pontos, mas só um é HDTV Plus (que permite gravar). Entre os outros dois, um é HD comum e o outro é SD (não exibe a programação dos canais HD, não tem saída HDMI, usa RCA). Acho que por este valor, pelo menos todos os pontos deveriam ser HD. A Embratel (agora é Claro?) possui soluções mais baratas, mas quando liguei, disseram que apenas um ponto é HD, os demais SD. E nem tinham disponível o pacote que eu queria assinar (queria assinar o pacote com todos os canais).

Existem alternativas mais baratas, como o Netflix (na data de hoje, custa R$15 mensais). Com ele você pode assistir o que quiser, na hora que quiser (desde que o conteúdo esteja no catálogo, claro). Ouvi falar que você precisa de internet com pelo menos “4 megas” para assistir filmes e seriados em streaming com qualidade HD. Aliás, tem muito conteúdo HD no Netflix cuja imagem é melhor que a de alguns canais HD na SKY. O problema é que o conteúdo do catálogo é um pouco antigo, também demoram para atualizar os seriados com novas temporadas. Estava assistindo um seriado no Netflix e eles removeram do catálogo porque a licença de exibição expirou, mas uns 30 dias depois trouxeram de volta. O Netflix compensa só porque é um serviço muito barato.

Aqui na minha região, a velocidade máxima que consigo contratar para a internet é “4 megas”. Se na sua região você pode contratar velocidades maiores, eu investiria o valor em uma internet mais rápida, ao invés de contratar o serviço de TV por assinatura.

DLNA

O que é

DLNA (Digital Living Network Alliance) é uma organização sem fins lucrativos, foi iniciada pela SONY em 2003. Ela visa criar padrões para a interoperabilidade entre aparelhos eletrônicos, tais como câmeras digitais, televisores, computadores, tablets, celulares, entre outros. Na prática, funciona assim: um aparelho serve o conteúdo através da sua rede, outro recebe e executa esse conteúdo.

 

Como isso pode te ajudar

Atualmente estão saindo muitos aparelhos com DLNA no mercado brasileiro, mas a maioria das pessoas não sabem o que significa, tampouco como usar.

Abaixo temos alguns exemplos de uso, supondo que todos os aparelhos envolvidos possuem DLNA:

– Você pode tirar fotos com sua câmera digital ou seu celular e exibir diretamente na sua televisão, sem qualquer cabo, basta os dois estarem conectados na sua rede sem fio;

– Pode transmitir fotos, vídeos e músicas armazenadas em seu computador. Por exemplo, você quer mostrar para seu amigo o vídeo da sua formatura na TV da sala, é possível. Até mesmo no seu celular ou tablet!

– Que tal tirar fotos com sua câmera digital e imprimir as fotos diretamente em sua impressa, sem ter que passar para o PC antes?

A mesma fonte pode transmitir conteúdo diferente para aparelhos diferentes. Sua TV pode estar exibindo um vídeo, enquanto outra está exibindo outro vídeo, ambos vindo da mesma fonte.

Como nada é perfeito, claro que há suas restrições. Se você tem um vídeo mkv no seu computador e quer assistir na TV, ela tem que ser compatível com esse tipo de vídeo, ter esse “codec” no firmware dela. Infelizmente as TVs não são como computadores, não dá para adicionar codecs, só o fabricante pode adicionar novos codecs ao atualizar o firmware. Existem outras saídas, falarei sobre isso em outro post.

 

Do que você precisa

Como eu disse no inicio, um aparelho serve o conteúdo, outro executa. Se você quer exibir fotos, tocar músicas e assistir filmes que estão no seu computador, é preciso ter um programa para fazer essa parte de servir conteúdo. O aparelho onde você quer exibir ou tocar o conteúdo também tem que ser compatível com DLNA. Ah! Você sabia que o Windows 7 tem DLNA? É bem básico, mas com ele já dá para começar a usar essa tecnologia :)

Se quiser um servidor DLNA com mais opções, existe o Serviio, TVersity, Mezzmo, entre outros. É só procurar “DLNA Server” no Google.

 

Infelizmente não dá para eu criar um tutorial com um passo a passo de como integrar seus aparelhos com DLNA, você terá que ler o manual. Para não ficarem tão perdidos, em breve farei mais um post falando do servidor DLNA que uso, direi quais as vantagens e ensinarei como usar.

Aqui em casa assisto todos os animes,  filmes e doramas que tenho no PC diretamente na televisão, que está conectada ao roteador por um cabo de rede comum (RJ-45). Estou adorando a praticidade, espero que mais pessoas descubram como é bom usar aparelhos com DLNA!

 

Dropbox

Todo serviço que ainda não possui interface em português demora a “pegar” aqui no Brasil. Um serviço que ainda não é muito conhecido no Brasil é o Dropbox. Um dia decidi dar uma chance a ele e agora não consigo viver sem. O Dropbox já me salvou várias vezes, me poupou de muito retrabalho.

Pretendia fazer deste um tutorial totalmente ilustrado, ensinando passo a passo como se cadastrar e utilizar o serviço. O problema é que o tutorial ficaria desatualizado caso o Dropbox mude novamente o layout ou processo de cadastro, muita gente acabaria perdida ao ver que na imagem exibo uma coisa, mas na prática é outra. Então me desculpem, me limitarei a explicar o que é o serviço, como pode lhes ser útil e os guiarei brevemente para que possam começar a utilizá-lo. Não se preocupem, se cadastrar e instalar o Dropbox é muito fácil.

 

[headline h=”1″]O que é Dropbox?[/headline]

É um serviço de backup distribuído. Você cria uma conta no site, instala o programa deles no seu computador e ele irá criar uma pasta especial no seu HD. Todos os arquivos e pastas que você colocar nesta pasta especial serão sincronizados com o servidor do Dropbox. Você não precisa fazer nada, o programa identifica alterações nos arquivos e no mesmo instante os sincroniza com o servidor, assim você terá um backup sempre atualizado.

Além disso, você pode sincronizar vários computadores ao Dropbox, seu notebook, seu computador de casa e o computador da sua casa na praia. O Dropbox manterá uma cópia de todos os seus arquivos no servidor deles, e cada um dos computadores que você sincronizar terão sempre todos os arquivos no HD, sempre a versão mais atualizada. Um dos computadores adiciona um arquivo, os demais baixam instantâneamente.

O Dropbox também permite que você crie pastas públicas. Fica mais fácil para compartilhar o arquivo da sua fic para o seu beta ler, ou uma galeria de fotos ou uma pasta com os seus trabalhos da universidade, por exemplo. Basta dar o endereço destas pastas ou dos arquivos para os seus amigos e eles poderão visualizá-los e baixá-los. Não tenha medo, se não quiser compartilhar, basta não marcar as pastas como públicas.

 

[headline h=”1″]Casos e idéias de como usar o serviço[/headline]

Quando estou fora trabalho com meu notebook, mas quando estou em casa prefiro trabalhar com meu computador. Antes eu tinha que manter os meus arquivos do trabalho em um HD externo, assim mantinha comigo a última versão dos arquivos, quer eu esteja usando o notebook ou meu PC. Agora com o Dropbox eu não me preocupo! Se estou fora trabalhando com meu notebook, o Dropbox monitora os arquivos que eu altero e sincroniza com o servidor. Quando chego em casa e ligo meu computador, ele automaticamente baixa os arquivos atualizados do Dropbox e eu posso continuar de onde eu parei. Muito prático, se eu conhecesse o Dropbox antes, teria economizado os R$200 do HD externo.

Você também pode baixar a versão portátil dos programas que mais usa e colocar na sua pasta do Dropbox. Caso formate seu computador, ao sincronizá-lo novamente com o Dropbox  poderá utilizá-los com as mesmas configurações. Muitos emuladores são portáteis, você pode colocar na sua pasta junto com as ROMs e nunca perder seus saves.

Também é possível instalar o Dropbox no seu iPad, iPod, iPhone, Android e Blackberry. Neste caso, seus arquivos não serão baixados para o seu aparelho, apenas aqueles que você mandar baixar, evitando encher seu celular com vários gigabytes de arquivos que ele nem consegue rodar. Como pode ser útil ter o Dropbox instalado no seu celular? Você pode tirar fotos e subir diretamente para uma pasta pública para que seus amigos vejam ou pode fazer com que ela fique em uma de suas pastas privadas, que só você tem acesso. Quando chegar em casa, seu computador irá sincronizar com o Dropbox e baixar as fotos para você. Também pode ser útil para baixar um doc ou pdf que você precise no seu trabalho ou escola. Quantas vezes a gente faz um trabalho no computador e esquece de levar o pendrive? Já passei muito por isso nos meus tempos de universitário.

Outra coisa legal é que o Dropbox possui um controle de versão dos seus arquivos! Se você quiser, pode restaurar uma das versões alteriores salvas no Dropbox, ou pode manter a atual e baixar separadamente a versão antiga.

 

[headline h=”1″]Quanto espaço tenho? Como obter mais?[/headline]

O Dropbox oferece 2GB de graça, ou seja, sua pasta não pode ter mais que dois gigabytes. Há planos pagos que aumentam bastante este número, mas também existe um meio de aumentá-lo sem pagar nada, basta divulgar o serviço usando seu link de “referral”. Para cada amigo que se cadastrar usando seu link, você ganha 1GB e seu amigo já começa com 500MB a mais. Você pode ter até 32GB, quando chegar neste ponto, você não ganha mais espaço quando usarem seu link de “referral”.

Quer começar a usar o Dropbox e já começar com 500MB a mais? Cadastre-se usando meu link de referral:  http://db.tt/wAiBT57z

No site há também um tour pelo serviço, completando todos os itens do tour você ganha mais 250MB.

 

[headline h=”1″]Conclusão[/headline]

Já vi literalmente dezenas de casos no Nyah! Fanfiction que poderiam ser resolvidos com o Dropbox. É sempre a mesma coisa, o computador pegou um vírus e perdeu as histórias salvas nele ou formatou e não tem cópia. É melhor se prevenir, não é? O serviço é gratuito e você não perde nada em experimentá-lo.

Gostei tanto do serviço que decidi assiná-lo para ter 50GB a mais. Agora até minhas músicas em mp3 estão salvas, se meu HD deixar de funcionar, basta eu sincronizar o Dropbox em outro HD para recuperar as músicas das minhas bandas favoritas :)

Se você não se dá bem com o inglês, no Conectadores há um tutorial explicando todas as opções do Dropbox: http://www.conectadores.com.br/tutoriais/dropbox